Receita médica digital: O que é, como funciona e como emitir?

  1. Home
  2. »
  3. Gestão para Clínicas e Consultórios
  4. »
  5. Receita médica digital: O que é, como funciona e como emitir?
banner software médico completo para impulsionar clínicas e consultórios

Sumário

A receita médica digital é uma prescrição médica eletrônica, emitida e assinada digitalmente por um profissional de saúde habilitado. Ela é a versão eletrônica da receita médica tradicional que estamos acostumados a ver, mas com um diferencial importante: ela é mais prática, segura e amigável para o meio ambiente.

As receitas médicas digitais representam um grande passo para a medicina moderna, possibilitando um atendimento mais eficiente e seguro para pacientes e profissionais de saúde. No decorrer deste artigo, vamos explorar mais sobre como ela funciona, sua legalidade, segurança e como emitir uma. Acompanhe!

médico utilizando receita médica digital

O que é uma Receita Médica Digital?

Uma receita médica digital é uma versão eletrônica da tradicional receita médica de papel, concebida para melhorar a experiência de médicos e pacientes no processo de prescrição e aquisição de medicamentos. Neste sistema, o profissional de saúde elabora a prescrição eletronicamente, utilizando um software especializado, e a assina digitalmente.

Ao contrário da prescrição em papel, a receita digital é armazenada de maneira segura em um banco de dados, acessível tanto pelo médico quanto pelo paciente. Além disso, a receita pode ser enviada diretamente para a farmácia de escolha do paciente, acelerando o processo de aquisição dos medicamentos.

Vários fatores tornam a receita médica digital uma opção atraente para os profissionais de saúde. Primeiramente, ela diminui a chance de erros de interpretação causados pela caligrafia à mão, um problema comum com as receitas em papel. Além disso, a receita digital facilita a organização e o armazenamento das informações, já que os registros ficam guardados de maneira mais eficiente do que em arquivos físicos.

Portanto, a receita médica digital não apenas moderniza o processo de prescrição de medicamentos, mas também contribui para um atendimento mais eficiente, seguro e conveniente para todos os envolvidos. No próximo tópico, vamos discutir sobre como funciona esse processo. Acompanhe!

Como funciona a Receita Médica Digital?

A implementação da receita médica digital é um processo bastante simples e intuitivo, tanto para os médicos quanto para os pacientes. Vamos passar pelas etapas básicas de como funciona a receita médica digital.

1. Consulta Médica

Assim como na prescrição tradicional, tudo começa com a consulta médica. O profissional de saúde realiza o diagnóstico e decide qual o melhor tratamento para o paciente. A diferença é que, ao invés de escrever uma receita à mão, o médico irá utilizá-la digitalmente.

2. Prescrição Digital

Usando um software médico habilitado para esse fim, o médico entra com as informações sobre o medicamento, a dosagem, a frequência e quaisquer outras instruções pertinentes. Esses sistemas geralmente incluem recursos que permitem aos médicos procurar medicamentos por nome, verificar interações medicamentosas e outros aspectos relevantes.

3. Assinatura Digital

Uma vez concluída a prescrição, o médico assina digitalmente a receita. A assinatura digital é uma tecnologia que garante a autenticidade e a integridade do documento eletrônico. Isso significa que a receita não pode ser alterada sem que essa alteração seja detectada.

4. Envio ao Paciente

A receita médica digital pode ser enviada ao paciente por e-mail, SMS ou diretamente para um aplicativo de saúde. Isso facilita para o paciente, que não precisa se deslocar até o consultório para buscar a receita.

5. Compra do Medicamento

Com a receita digital em mãos (ou melhor, no smartphone), o paciente pode ir à farmácia de sua preferência. O farmacêutico verifica a autenticidade e a validade da receita médica digital e, em seguida, dispensa o medicamento.

Vale lembrar que a receita médica digital deve seguir normas regulatórias estabelecidas pelos órgãos de saúde para garantir sua validade. No próximo tópico, os benefícios da receita médica digital. Fique conosco!

Benefícios da Receita Médica Digital

A receita médica digital representa uma grande inovação na área da saúde, trazendo uma série de benefícios para médicos, pacientes e farmacêuticos. Vamos abordar as vantagens que essa ferramenta proporciona a cada um desses grupos.

Para o Médico

  • Eficiência: A receita digital simplifica o processo de prescrição de medicamentos, economizando tempo e esforço do médico. Com apenas alguns cliques, o profissional pode preencher e enviar a receita ao paciente.
  • Organização: Como as receitas são armazenadas digitalmente, fica muito mais fácil gerenciar e organizar os registros dos pacientes. Além de reduzir os custos com impressões. 
  • Segurança: As receitas digitais reduzem o risco de falsificações, uma vez que contam com a assinatura digital do médico.

Segundo uma pesquisa realizada pela American Medical Association em 2020, 70% dos médicos afirmaram que a prescrição eletrônica economiza tempo e melhora a eficiência do fluxo de trabalho.

Para o Paciente

  • Conveniência: O paciente recebe a receita diretamente no seu e-mail ou aplicativo de saúde, sem precisar se deslocar até o consultório.
  • Segurança: Menos risco de perda ou danos à receita, já que ela está armazenada de forma segura na nuvem.
  • Clareza: Sem a necessidade de decifrar a caligrafia do médico, o paciente e o farmacêutico têm uma compreensão clara do que foi prescrito.

Para o Farmacêutico

  • Eficiência: Com a receita digital, o farmacêutico pode verificar rapidamente a autenticidade e a validade da prescrição.
  • Precisão: Menos erros de dispensação de medicamentos, já que não há necessidade de interpretar a caligrafia do médico.
  • Segurança: A assinatura digital na receita diminui o risco de falsificações.

Portanto, a receita médica digital traz benefícios consideráveis para todos os envolvidos no processo de prescrição e dispensação de medicamentos. No próximo tópico, vamos explorar a legalidade e a segurança da receita médica digital. Acompanhe!

Legalidade e Segurança da Receita Médica Digital

A legalidade e a segurança são aspectos cruciais da receita médica digital, garantindo sua aceitação e confiabilidade tanto para os profissionais de saúde quanto para os pacientes.

A receita médica digital é plenamente legal e reconhecida pelos órgãos de regulamentação de saúde. No Brasil, por exemplo, o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) autorizam o uso de receitas médicas digitais, desde que cumpram certos requisitos. Entre esses requisitos está o uso de assinatura digital, baseada em certificado digital ICP-Brasil, garantindo a identidade do médico que prescreve.

Vale ressaltar que a receita médica digital tem a mesma validade jurídica de uma receita médica impressa, desde que preencha todas as normas e regulamentos estabelecidos.

O que é um certificado digital?

Um Certificado Digital é uma espécie de identidade eletrônica que garante a autenticidade de transações e trocas de informações na internet, assegurando a identidade de uma pessoa física ou jurídica no meio digital.

No contexto da receita médica digital, o certificado digital é essencial para a assinatura do médico na prescrição. É ele que dá validade jurídica ao documento, assegurando que foi realmente aquele profissional que emitiu a receita.

Os certificados digitais seguem o padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), que é uma cadeia hierárquica de confiança que viabiliza a emissão de certificados digitais para identificação virtual do cidadão.

Além disso, os certificados digitais podem ser categorizados em diferentes tipos, com base em sua função e no tipo de entidade a que se destinam. Essencialmente, existem três tipos principais de Certificados Digitais:

  • O certificado tipo A1 é armazenado no computador do usuário e tem validade de 1 ano.
  • O certificado tipo A3 é armazenado em um dispositivo físico, como um token ou smartcard, e tem validade de até 5 anos.
  • O certificado tipo A4 é uma variação do A3, com a adição de biometria para uma segurança extra.

A seguir, iremos detalhar quais medicamentos podem ser prescritos na receita médica digital. Não deixe de nos acompanhar!

médica prescrevendo receita médica digital

Medicamentos Permitidos em uma Receita Médica Digital

Embora a receita médica digital seja uma solução inovadora que facilita o processo de prescrição de medicamentos, é importante entender que nem todos os medicamentos podem ser prescritos digitalmente. Isso se deve a várias regulamentações que visam garantir a segurança do paciente e prevenir o uso indevido de medicamentos.

  • Medicamentos de venda livre: Estes são medicamentos que podem ser vendidos sem receita médica, mas que também podem ser prescritos digitalmente. Isso inclui medicamentos como analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios e medicamentos para tratar sintomas de condições comuns como resfriados e gripes.

  • Medicamentos de prescrição simples: São medicamentos com tarja vermelha, prescritos em receitas brancas simples. A emissão digital desses medicamentos requer a assinatura digital com certificado ICP-Brasil do profissional de saúde.

  • Medicamentos controlados e de uso restrito: Medicamentos controlados pela Portaria 344, das Listas A1, A2, C2 e C3 (tarja vermelha) e A3, B1 e B2 (tarja preta), não podem ser prescritos digitalmente. Ou seja, para a prescrição desses medicamentos, os médicos devem emitir a notificação da receita de forma física e entregá-la aos pacientes.

Como Emitir uma Receita Médica Digital?

A emissão de uma receita médica digital é um processo que requer alguns passos importantes para garantir sua validade e segurança. Aqui está um passo a passo simplificado de como um médico pode emitir uma receita médica digital:

1. Cadastre-se em uma plataforma de prescrição eletrônica:

O primeiro passo é escolher uma plataforma de prescrição eletrônica confiável. Existem várias opções no mercado, incluindo a solução oferecida pela GestãoDS, que além de permitir a emissão de receitas digitais, ainda oferece outras funcionalidades como agendamento online, prontuário eletrônico, marketing médico, gestão financeira, ranking de pacientes, entre outros.

2. Verifique os requisitos de segurança:

Para emitir uma receita digital, é necessário um Certificado Digital emitido por uma Autoridade Certificadora credenciada na ICP-Brasil. Este certificado será usado para assinar digitalmente a receita, garantindo sua autenticidade.

3. Elabore a receita:

Na plataforma escolhida, o médico deve preencher os dados da prescrição, incluindo as informações do paciente, a descrição dos medicamentos, a posologia e qualquer outra instrução relevante.

4. Assine a receita digitalmente:

Após a elaboração da receita, o próximo passo é assiná-la digitalmente utilizando o Certificado Digital. A assinatura digital garante a integridade e a autenticidade da receita.

5. Envie a receita para o paciente:

Por fim, a receita pode ser enviada diretamente para o paciente por meio de e-mail, SMS ou qualquer outro meio de comunicação digital seguro. Algumas plataformas também geram um código de acesso que o paciente pode fornecer à farmácia para retirar os medicamentos.

Lembrando que todo esse processo deve ser feito em conformidade com as leis e regulamentações locais. Portanto, é importante sempre se atualizar sobre as normas e práticas em vigor para a emissão de receitas médicas digitais.

A Receita Médica Digital e o software da Gestão DS

Agora que você está familiarizado com o conceito, o funcionamento, a segurança e os benefícios da receita médica digital, bem como os medicamentos que podem ser prescritos digitalmente, é hora de apresentar uma solução que integra todas essas vantagens em uma única plataforma: o software da GestãoDS.

A GestãoDS é um sistema completo para a gestão de clínicas e consultórios, que vai além da possibilidade de emitir receitas médicas digitais. Ele oferece recursos para o agendamento online, prontuário eletrônico dos pacientes, auxilia nas estratégias de marketing médico, ajuda na gestão financeira e ainda possui a funcionalidade de telemedicina.

Essas características tornam a GestãoDS uma ferramenta poderosa para modernizar seu consultório, otimizar o seu trabalho e melhorar a experiência de seus pacientes. Assim, a receita médica digital, que é apenas uma das diversas funcionalidades deste software, torna-se parte de uma solução mais ampla que alinha tecnologia, praticidade e segurança para a prática médica.

Conheça melhor o software da GestãoDS! Agende uma demonstração gratuita e descubra como podemos revolucionar sua prática médica. Não espere mais, entre já na era digital da medicina!

Picture of Felipe Ravanello
Felipe Ravanello
Sócio fundador e Diretor de Negócios e Crescimento da GestãoDS, sistema de gestão para clínicas e consultórios médicos com mais de 10 mil usuários ativos em todo o país. É mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Host do podcast Prontuário de Gestão.