otorrinolaringologista

O que uma tontura, uma rinite e problemas de ronco têm a ver? Do ponto de vista fisiológico, trata-se de problemas muito distintos e com causas variadas. Apesar disso, todos são tratadas pelo mesmo profissional. Por isso, em 3 de março, Dia do Otorrinolaringologista, celebra-se um dos especialistas mais versáteis nos cuidados com a saúde. Além de lidar com problemas de origens variadas, esse médico cuida de estruturas extremamente delicadas e complexas como nariz, seios da face, garganta e ouvidos.

Por envolver fala, respiração, equilíbrio, audição e olfato, o trabalho de um otorrinolaringologista é focado em condições que podem trazer sérios comprometimentos à saúde. Por isso, a atuação desses profissionais é tão importante não só no tratamento e na prevenção de problemas, mas reflete de forma significativa na qualidade de vida de seus pacientes. Além disso, as condições tratadas por eles também podem causar limitações na vida social, na autonomia, na autoestima e nas relações de quem sofre com elas, o que torna o trabalho do profissional ainda mais fundamental.

otorrinolaringologista

Trabalho do otorrinolaringologista vem ganhando cada vez mais espaço

Por conta da ampla atuação, o otorrinolaringologista pode ter várias subespecialidades, tanto no campo clínico quando na cirurgia. Com a evolução de exames e técnicas diagnósticas na área nas últimas décadas, a especialidade ganhou mais espaço e se popularizou. Isso fez com que a conscientização sobre doenças da área também crescesse, facilitando a busca por profissionais atuantes na área e melhorando o diagnóstico precoce de doenças que, quando não tratadas, podem ser tornar crônicas, como sinusites e otites.

Por envolver uma grande gama de doenças muito distintas entre si, o otorrinolaringologista costuma atuar em equipes multidisciplinares, que podem envolver fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e médicos de várias especialidades, como pediatras, geriatras, alergologistas, pneumologistas, neurologistas, radiologistas e oncologistas, dependendo da complexidade do problema a ser tratado.

Acima de tudo, porém, a colaboração do paciente com o tratamento tem importância fundamental. Como muitas vezes existem condições crônicas que exigem terapias demoradas, é essencial que ele se envolva e se comprometa com os cuidados prescrito pelo otorrinolaringologista. Por isso mesmo, não é raro que a relação entre médicos dessa especialidade e seus pacientes sigam por anos – às vezes até pela vida inteira.

otorrinolaringologista

Leia mais:

Como melhorar a relação médico e paciente na rotina do consultório
Finanças para médicos: 5 dicas para organizar as contas da clínica
Como será o futuro da telemedicina?

Campanha conscientiza público sobre sobre atuação do otorrinolaringologista

Diante da grande importância desses especialistas para a sociedade, a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) lança, em 2022, o projeto Meu Otorrino é 10! para celebrar a data dedicada a esses profissionais. A campanha reúne depoimentos reais de paciente falando sobre as principais contribuições dos otorrinolaringologistas para a saúde de crianças, jovens, adultos e idosos.

“Nossa especialidade é popularmente conhecida por cuidar do nariz, ouvido e da garganta, mas também é responsável por muitas outras atribuições”, observa o presidente da ABORL-CCF, Renato Roithmann. Para mostrar isso na prática, os depoimentos do Meu Otorrino é 10! mostram como os profissionais tiveram impacto na saúde dos seus pacientes.

otorrinolaringologista

Leia mais:

Dia do Médico: profissional é sinônimo de esperança e cura
Dia da secretária: uma homenagem mais do que merecida para uma profissão essencial
Como a educação financeira para médicos pode fazer a diferença no seu futuro

O projeto condensou em 10 pontos a importância do papel desses médicos: “Meu otorrino é 10 porque ele cuida da minha garganta, ele me faz ouvir melhor, ele me faz dormir melhor, ele cuida da minha tontura, ele cuida da minha voz, ele me faz sentir os cheiros melhor, ele me ajuda a me comunicar melhor, ele me faz respirar melhor, ele melhora a minha autoestima, e, o mais importante, ele trabalha pelas causas sociais”.

Vários depoimentos de pacientes foram gravados e serão divulgados nas redes sociais da ABORL-CCF). Entre os convidados para falar sobre suas experiências estão artistas, influenciadores digitais, atletas, lideranças sociais e formadores de opinião. Além disso, a associação também está focando no caráter educativo da campanha para conscientizar a população sobre os principais problemas de saúde tratados pelos otorrinolaringologistas.

otorrinolaringologista

Saiba como um otorrinolaringologista pode ajudar nos cuidados com a saúde

Garganta

Dor na garganta é um sintoma comum e capaz indicar várias doenças. Amigdalite, faringite, laringite, gripe, resfriado, rinite e até câncer são algumas delas. O otorrino é o especialista mais indicado para fazer uma avaliação completa da região, realizar o diagnóstico e prescrever o tratamento.

Ouvido

Problemas de audição estão entre as deficiências mais comuns dos brasileiros. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 2,5 bilhões de pessoas no Mundo (o equivalente a uma a cada quatro pessoas) tem ou vai ter algum grau de perda auditiva até 2050. Além tratar essa condição, o otorrinolaringologista também está apto a atuar em distúrbios, infecções, dor, zumbido e outras situações que afetem o ouvido e a capacidade de escutar bem.

Sono

A otorrinolaringologia é uma das especialidades habilitadas a atuar na medicina do sono, diagnosticando problemas respiratórios que interferem no descanso noturno. Por isso, esses profissionais podem tratar roncos e apneias, que, quando não controlados, podem levar a problemas graves, como pressão alta, arritmias cardíacas e infarto.

Respiração

A forma de respirar pode impactar seriamente a qualidade de vida. Inspirações forçadas pela boca podem ter causas variadas, como rinite alérgica, adenoide, desvio de septo, ronco e apneia do sono, e alteração do olfato. Por isso, um otorrinolaringologista é essencial para fazer o diagnóstico correto e recomendar o tratamento mais eficiente.

Tontura

A otoneurologia, uma subespecialidade da otorrinolaringologia, trata especificamente das doenças do labirinto, órgão minúsculo localizado na parte interna do ouvido e responsável pelo equilíbrio do corpo. Tonturas, vertigens e desequilíbrios podem ser os primeiros sinais de que algo não está bem, por isso a avaliação de um especialista é fudamental.

Voz

Entre a população economicamente ativa, 70% apontam que a voz é o instrumento de trabalho mais exigido. Porém trata-se de uma função que só costuma receber cuidados quando apresenta algum problema sério. Rouquidão, pigarros, cansaço ao falar, perda da voz e falta de ar enquanto fala podem indicar que a saúde vocal está comprometida. A maioria das condições pode ser facilmente diagnosticada e tratada com uma visita ao otorrinolaringologista.

Olfato

Problemas no olfato se tornaram extremamente comuns por serem uma das muitas sequelas da Covid-19. Mas muitas outras doenças também causam a diminuição ou perda desse sentido tão importante, por isso a avaliação de um especialista é essencial.

Comunicação

Dificuldades na fala, na linguagem e no aprendizado também fazem parte do ramo de atuação do otorrinolaringologista espacialista em foniatria. Alguns dos problemas comuns que afetam a comunicação são a gagueira, problemas em processar informações, perdas auditivas, disfunções na deglutição, doenças degenerativas e AVCs. Essas condições podem ser melhoradas ou curadas com o devido acompanhamento.

Autoestima

O otorrino também pode ter habilitação para fazer cirurgias plásticas faciais, tanto com finalidades estéticas quanto funcionais. Desta forma, a atuação do profissional tem reflexo direto na autoestima e no bem-estar do paciente. Entre os procedimentos mais realizados pelos especialistas está rinoplastia (plástica no nariz).

Causas sociais

A atenção a problemas sociais está entre os compromissos éticos no exercício da medicina. Uma das missões da ABORL-CCF, que representa mais de 8 mil otorrinolaringologistas no Brasil, é promover ações voltadas para melhorar a saúde da população. Em 2022, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), a entidade planejou várias ações de atendimento a comunidades em situação de vulnerabilidade.

Artigos Relacionados

Newsletter GestãoDS

Semanalmente os melhores conteúdos para médicos empreendedores.
Hidden
LGPD*
Ao enviar seus dados você declara que concorda com a nossa Política de Privacidade.
logo GestãoDS
Simples e Descomplicada – O melhor software para médicos com pacientes recorrentes.

Siga Nas Redes Sociais

Endeavor Scale Up
Todos os direitos reservados | Suno Sistemas – CNPJ: 23.640.571/0001-96 | Política de Privacidade e Termos de Uso