Como a tecnologia pode melhorar a segurança do paciente nos hospitais

  1. Home
  2. »
  3. Segurança do Paciente
  4. »
  5. Como a tecnologia pode melhorar a segurança do paciente nos hospitais
banner software médico completo para impulsionar clínicas e consultórios

Sumário

Nos últimos anos, a tecnologia tem desempenhado um papel crucial na melhoria da segurança do paciente em hospitais. Os pacientes em ambientes hospitalares enfrentam diversos riscos, desde infecções hospitalares até erros médicos. A tecnologia tem contribuído para a redução desses riscos e para o aumento da segurança do paciente.

O uso de registros eletrônicos de saúde (EHRs) é uma das maneiras pela qual a tecnologia tem melhorado a segurança do paciente. Com os EHRs, os médicos e enfermeiros têm acesso rápido às informações de saúde do paciente, como histórico médico, medicamentos prescritos e alergias. Isso ajuda a evitar erros médicos, como prescrições de medicamentos que possam ser prejudiciais para o paciente.

médico utilizando a tecnologia para melhorar a segurança do paciente

Dispositivos médicos inteligentes

Dispositivos médicos inteligentes são outra maneira pela qual a tecnologia tem melhorado a segurança do paciente em hospitais. Esses dispositivos monitoram a saúde do paciente em tempo real, detectando sinais de problemas e alertando a equipe médica imediatamente. Por exemplo, monitores cardíacos podem detectar arritmias cardíacas e fornecer alertas precoces, permitindo que intervenções sejam realizadas antes que a situação se torne crítica.

Sistemas de prescrição eletrônica auxiliando na segurança do paciente

Sistemas de prescrição eletrônica também contribuem para a melhoria da segurança do paciente em hospitais. Esses sistemas substituem prescrições manuais escritas à mão, que podem levar a erros de dosagem e medicamentos. Com um sistema de prescrição eletrônica, os médicos podem prescrever medicamentos com mais precisão, e os sistemas podem alertá-los sobre possíveis interações medicamentosas perigosas.

Sistemas de identificação por radiofrequência (RFID) são outra forma pela qual a tecnologia tem melhorado a segurança do paciente em hospitais. Esses sistemas permitem que médicos e enfermeiros identifiquem rapidamente os pacientes e medicamentos, ajudando a evitar erros de medicação. Por exemplo, um sistema RFID pode alertar um médico se um paciente recebeu um medicamento errado ou se um paciente alérgico a um medicamento específico está prestes a receber uma dose.

Robôs cirúrgicos

Robôs cirúrgicos também têm contribuído para a melhoria da segurança do paciente em hospitais. Esses robôs podem realizar procedimentos cirúrgicos complexos com maior precisão e menos invasão, o que pode reduzir o risco de complicações e infecções. Além disso, os robôs cirúrgicos podem ser controlados remotamente por médicos experientes, permitindo que a equipe médica trabalhe em conjunto para garantir que o procedimento seja realizado com segurança.

Em resumo, a tecnologia tem desempenhado um papel crucial na melhoria da segurança do paciente em hospitais. Desde registros eletrônicos de saúde até robôs cirúrgicos, a tecnologia está ajudando a reduzir os riscos enfrentados pelos pacientes em ambientes hospitalares. À medida que a tecnologia continua a evoluir, podemos esperar ainda mais avanços no cuidado e segurança do paciente.

Picture of Felipe Ravanello
Felipe Ravanello
Sócio fundador e Diretor de Negócios e Crescimento da GestãoDS, sistema de gestão para clínicas e consultórios médicos com mais de 10 mil usuários ativos em todo o país. É mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Host do podcast Prontuário de Gestão.