Assinatura digital X assinatura manuscrita: qual a melhor opção para médicos?

  1. Home
  2. »
  3. Gestão para Clínicas e Consultórios
  4. »
  5. Assinatura digital X assinatura manuscrita: qual a melhor opção para médicos?
banner software médico completo para impulsionar clínicas e consultórios

Sumário

assinatura digital ou assinatura manuscrita?

Em um mundo cada vez mais digitalizado, a forma como realizamos até mesmo as tarefas mais rotineiras está mudando rapidamente. Uma dessas transformações envolve a maneira como autenticamos documentos e acordos, substituindo a caneta e o papel pela segurança e a conveniência da assinatura digital.

Na área da saúde, em que a eficiência e a precisão são essenciais, essas inovações têm um impacto profundo. Mas será que a assinatura digital é realmente superior à tradicional assinatura manuscrita? Será que os benefícios de uma transição para o digital superam a familiaridade e o conforto do método manuscrito?

Neste post, faremos uma análise detalhada dessas duas formas de autenticação – a assinatura manuscrita e a assinatura digital. Discutiremos suas vantagens e desvantagens, como cada uma se aplica ao ambiente médico e, mais importante, qual delas é a opção mais eficiente e segura para os profissionais de saúde. Portanto, se você é um médico ou secretário buscando melhorar o fluxo de trabalho em seu consultório, este artigo é para você. Vamos começar!

O que é Assinatura Manuscrita e Assinatura Digital?

A assinatura é uma ferramenta antiga e essencial que usamos para confirmar nossa concordância com o conteúdo de um documento, fornecer validade legal e garantir autenticidade. Há duas formas principais pelas quais podemos assinar um documento hoje: a assinatura manuscrita e a assinatura digital.

Assinatura Manuscrita

A assinatura manuscrita é o método tradicional que tem sido utilizado por séculos. Ela envolve a utilização de uma caneta para fazer uma representação única e individual do nome de uma pessoa (ou de um sinal distintivo) em um documento de papel. Esta forma de assinatura é reconhecida e aceita legalmente em quase todos os contextos.

No entanto, a assinatura manuscrita pode apresentar desafios na era digital. Por exemplo, para assinar um documento físico, o signatário precisa estar presente ou o documento precisa ser enviado fisicamente. Isso pode levar tempo e ser inconveniente. Além disso, documentos físicos assinados são mais propensos a perdas, danos e fraudes.

Assinatura Digital

A assinatura digital, por outro lado, é uma alternativa tecnológica que está se tornando cada vez mais popular. Utiliza a criptografia para vincular a identidade de um signatário a um documento digital, criando um vínculo quase inseparável entre o signatário e o documento. A assinatura digital é considerada altamente segura, pois oferece uma maneira de verificar a autenticidade do signatário e do documento.

Na medicina, a assinatura digital pode ser usada para assinar eletronicamente documentos como registros médicos, prescrições, acordos de consentimento informado e muito mais. Com a assinatura digital, é possível assinar documentos de qualquer lugar, a qualquer momento, e os documentos assinados são facilmente rastreáveis e armazenados de forma segura.

No entanto, para utilizar a assinatura digital, é necessário ter acesso a uma tecnologia específica e haver uma aceitação legal e regulamentar. É aí que entra o software médico, como o da Gestão DS, que facilita esse processo para médicos e secretários.

No próximo tópico, vamos mergulhar nas vantagens e desvantagens de ambas as assinaturas, manuscrita e digital, e como elas se aplicam ao contexto médico.

Vantagens e Desvantagens da Assinatura Manuscrita

Embora a assinatura manuscrita seja o método tradicional e familiar de autenticar documentos, ela apresenta tanto benefícios quanto desafios, especialmente em um ambiente médico. Aqui estão algumas das principais vantagens e desvantagens:

Vantagens da Assinatura Manuscrita

Universalidade: A assinatura manuscrita é universalmente aceita e reconhecida. Não há dúvidas sobre a sua validade legal em qualquer contexto, seja médico, jurídico ou de negócios.

Facilidade de Uso: A maioria das pessoas aprende a assinar documentos à mão desde cedo, tornando essa forma de assinatura fácil de usar e amplamente compreendida.

Personalidade: Uma assinatura manuscrita carrega consigo um elemento humano e pessoal. Ela é única para cada indivíduo e pode transmitir uma sensação de cuidado e atenção pessoal.

Desvantagens da Assinatura Manuscrita

Tempo e Esforço: Assinar fisicamente um monte de documentos pode levar tempo, o que é especialmente problemático em um consultório médico movimentado. A obtenção de uma assinatura manuscrita também pode ser desafiadora quando o signatário está à distância.

Armazenamento e Segurança: Documentos assinados à mão exigem armazenamento físico, que pode ser volumoso e caro. Eles também estão sujeitos a danos físicos (como incêndios ou inundações) e perdas.

Risco de Fraude: Embora a assinatura manuscrita seja pessoal e única, ela ainda pode ser falsificada. A validação da autenticidade de uma assinatura manuscrita pode ser um processo desafiador.

Em resumo, embora a assinatura manuscrita seja familiar e amplamente aceita, ela pode não ser a opção mais eficiente ou segura no ambiente médico atual, que é cada vez mais digital e orientada para a eficiência. No próximo tópico, vamos analisar as vantagens e desvantagens da assinatura digital e ver como ela se compara.

médica realizando assinatura manuscrita

Vantagens e Desvantagens da Assinatura Digital

A assinatura digital é uma tecnologia emergente que está mudando a maneira como autenticamos documentos. Assim como a assinatura manuscrita, ela tem suas próprias vantagens e desvantagens, que são especialmente relevantes em um contexto médico.

Vantagens da Assinatura Digital

Eficiência: A assinatura digital pode economizar tempo significativo. Os documentos podem ser assinados com alguns cliques, eliminando a necessidade de imprimir, assinar à mão, escanear e enviar documentos.

Segurança: As assinaturas digitais utilizam criptografia para garantir a segurança dos documentos. Elas também fornecem uma trilha de auditoria, facilitando o rastreamento e a verificação da autenticidade da assinatura.

Conveniência: Com a assinatura digital, é possível assinar documentos de qualquer lugar, a qualquer momento, o que é especialmente útil para médicos e pacientes que não podem estar fisicamente no mesmo local.

Armazenamento e Recuperação Fácil: Os documentos assinados digitalmente são armazenados eletronicamente, o que economiza espaço físico e facilita a recuperação dos documentos quando necessário.

Desvantagens da Assinatura Digital

Necessidade de Tecnologia: Para utilizar a assinatura digital, é necessário ter acesso a uma tecnologia específica. Isso pode ser um obstáculo para alguns usuários, especialmente aqueles que não são tecnicamente experientes.

Aceitação Legal: Embora a assinatura digital seja legalmente válida em muitos contextos, ela ainda não é universalmente aceita. Alguns processos ou organizações podem exigir uma assinatura manuscrita.

Custo: Embora possa economizar tempo e esforço, implementar a assinatura digital pode ter custos iniciais associados. Pode ser necessário adquirir software ou hardware específico, ou pagar por um serviço de assinatura digital.

Em resumo, a assinatura digital oferece muitas vantagens, especialmente em termos de eficiência e segurança. No entanto, também tem suas desvantagens, especialmente para aqueles que não estão acostumados com a tecnologia ou que enfrentam barreiras legais. No próximo tópico, compararemos diretamente as duas formas de assinatura para ajudar a determinar qual é a melhor opção para os médicos.

médico realizando assinatura digital

Comparação entre Assinatura Manuscrita e Digital

Agora que já conhecemos as vantagens e desvantagens de cada método, vamos comparar a assinatura manuscrita e a digital lado a lado para entender melhor suas diferenças e semelhanças no contexto médico.

Segurança

A assinatura manuscrita, embora pessoal e única, está sujeita à falsificação, e a verificação de sua autenticidade pode ser desafiadora. Em contraste, a assinatura digital utiliza criptografia robusta, que é quase impossível de ser falsificada. Além disso, ela oferece uma trilha de auditoria que pode ser usada para verificar a autenticidade do documento e do signatário.

Eficiência

A assinatura manuscrita requer tempo e esforço, especialmente quando se tem muitos documentos para assinar ou quando o signatário está distante. Com a assinatura digital, esses problemas são eliminados. Os documentos podem ser assinados com apenas alguns cliques e de qualquer lugar.

Armazenamento e Recuperação

Documentos assinados à mão exigem armazenamento físico, que pode ser volumoso e caro. Também estão sujeitos a danos físicos e perdas. Os documentos assinados digitalmente, por outro lado, são armazenados eletronicamente, economizando espaço e facilitando a recuperação.

Conveniência

A assinatura manuscrita pode ser menos conveniente, especialmente em uma era de trabalho remoto e telemedicina. A assinatura digital, com sua capacidade de assinar documentos de qualquer lugar e a qualquer momento, é uma opção mais flexível e adequada para o mundo digital em que vivemos.

Legalidade

Embora a assinatura manuscrita seja universalmente aceita e reconhecida, a aceitação legal da assinatura digital ainda não é universal. No entanto, cada vez mais jurisdições estão reconhecendo a validade legal das assinaturas digitais.

Em resumo, a assinatura digital parece ter a vantagem em termos de segurança, eficiência, armazenamento e conveniência. No entanto, a assinatura manuscrita ainda é relevante devido à sua universalidade e familiaridade. Cabe a cada prática médica avaliar suas necessidades específicas e decidir qual método é o melhor para ela.

A Legalidade da Assinatura Digital na Medicina

A questão da legalidade da assinatura digital na medicina é fundamental. Felizmente, em muitas jurisdições ao redor do mundo, a assinatura digital é totalmente legal e reconhecida para fins médicos, o que inclui práticas como a assinatura de registros médicos, acordos de consentimento informado e prescrições.

No Brasil, a Medida Provisória 2.200-2 de 2001 instituiu a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), que garante a autenticidade, a integridade e a validade jurídica de documentos em forma eletrônica. Isso significa que as assinaturas digitais são legalmente reconhecidas, desde que sigam os padrões definidos pelo ICP-Brasil.

Na medicina, o Conselho Federal de Medicina (CFM) também publicou a resolução CFM nº 2.314/2022, que estabelece os critérios de guarda e manuseio de prontuários de pacientes, incluindo a aceitação de assinaturas digitais em prontuários eletrônicos.

Portanto, desde que a assinatura digital seja realizada de acordo com as diretrizes estabelecidas, ela é tão legal e válida quanto a assinatura manuscrita. No entanto, é importante destacar que, apesar da aceitação legal, ainda pode haver certa resistência cultural à adoção da assinatura digital, especialmente entre aqueles que não estão acostumados com a tecnologia. É importante que as práticas médicas promovam treinamento e educação para superar esses desafios.

Como a assinatura digital pode melhorar o fluxo de trabalho médico

A assinatura digital é uma verdadeira aliada na busca por eficiência nos consultórios e clínicas médicos. Com ela, é possível economizar tempo precioso ao permitir que documentos importantes sejam assinados eletronicamente, eliminando a necessidade de processos demorados como a impressão, a assinatura física, o escaneamento e o envio de documentos. Assim, os profissionais de saúde podem se concentrar no que realmente importa: o atendimento ao paciente.

Além de proporcionar eficiência, a assinatura digital é também um recurso de segurança. Graças à criptografia robusta, falsificações são praticamente impossíveis, e qualquer alteração em um documento deixa um rastro auditável. Isso aumenta a confiança dos pacientes e contribui para a integridade dos registros médicos. Adicionalmente, a assinatura digital é extremamente conveniente. Os médicos podem assinar documentos de qualquer lugar, em qualquer momento, e os documentos assinados são facilmente armazenados e recuperados, economizando espaço físico e evitando a perda de informações.

O software médico da Gestão DS compreende essas vantagens e oferece um módulo de assinatura digital que se integra de maneira harmoniosa ao fluxo de trabalho existente. Com isso, é possível adotar a assinatura digital sem precisar mudar drasticamente a forma como o consultório opera. E essa é apenas uma das funcionalidades que o Gestão DS oferece para melhorar a eficiência e a qualidade do atendimento ao paciente. Por que não explorar mais a fundo? 

Entre em contato e conheça mais sobre o sistema médico da Gestão DS. 

Picture of Felipe Ravanello
Felipe Ravanello
Sócio fundador e Diretor de Negócios e Crescimento da GestãoDS, sistema de gestão para clínicas e consultórios médicos com mais de 10 mil usuários ativos em todo o país. É mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Host do podcast Prontuário de Gestão.