Dicas para organizacao da sua clinica

Sabe aquela velha história de que a primeira impressão é a que fica? Ela também vale para o seu consultório ou clínica. O seu local de trabalho é também um lugar em que seus pacientes esperam se sentir confortáveis e acolhidos. Além disso, o ambiente também precisa representar as sensações que você pretende passar para seu paciente. Por esse motivo, manter uma cuidadosa organização da clínica é essencial para demonstrar cortesia, gentileza e empatia para quem procura os seus serviços.

Esse esmero com o conforto e o bem-estar dos seus pacientes é uma das etapas que envolvem um atendimento de excelência. Afinal, propiciar a melhor das experiências para quem lhe procura demonstra imediatamente seu cuidado e compromisso com a satisfação de quem frequenta o seu consultório.

Quer entender na prática como fazer a organização da clínica? Confira o vídeo que preparamos com dicas para otimizar esse processo

Obviamente, o momento da consulta é o mais importante nessa jornada, mas cercar os pacientes de cuidados é fundamental para complementar a sensação de acolhimento. Por isso, o mínimo que se espera no ambiente de uma clínica ou consultório – seja na recepção, seja na sala de atendimento, banheiros e locais de circulação – é a organização caprichada. 

Fazer essa arrumação e mantê-la pode parecer um desafio para alguns. No entanto, existem métodos que sistematizam essas tarefas e têm ótimos resultados para clínicas e consultórios. A técnica KonMari, por exemplo, se popularizou  na organização de residências, porém ela pode ser muito eficiente para ambientes corporativos.

Leia mais:

Gestão de clínicas médicas: por que ela é essencial?
Conheça os 10 indicadores que vão fazer o diagnóstico completo da sua clínica
3 dicas para manter o fluxo de caixa organizado

Para ajudar a implementar uma rotina de organização da clínica, preparamos este roteiro prático e detalhado

organização da clínica

O maior desafio: manter a arrumação

A técnica KonMari foi desenvolvida por Marie Kondo, autora do livro “A Mágica da Arrumação”, e conhecida como a “rainha da arrumação”. Ela recomenda  a sistematização da rotina, com a criação de checklists e padrões que podem ser seguidos por toda a sua equipe. Desta forma, mesmo que somente uma pessoa seja responsável pela organização inicial da clínica, todos os colaboradores devem aprender facilmente como mantê-la.

Mais do que organizar, a técnica KonMari ajuda a descartar o que não tem mais utilidade. Mesmo o que está em bom estado, mas pode ser mais útil para outra pessoa, entra nessa lista como doação. Para quem já montou o consultório há algum tempo, essa arrumação mais profunda pode ser o momento ideal para rever outros aspectos envolvendo o ambiente, como a necessidade de reformas, eliminação de elementos desnecessários e troca do mobiliário.

hand arranging wood block stacking as step stair business concept for growth success process

Porém, se você está planejando abrir um consultório e quer começar com o pé direito, a organização precisa ser tratada como um ponto-chave. Manter esse cuidado no dia a dia pode facilitar muito a sua rotina e a da sua equipe, pois isso ajuda o trabalho a fluir com tranquilidade. E os benefícios vão além, facilitando também a vida dos seus pacientes.

Mas essa mudança precisa estar muito bem alinhada entre todos os colaboradores, e especialmente entre médicos e secretárias. Portanto, toda a equipe precisa se envolver no processo de organização e ter em mente as vantagens de se trabalhar em um ambiente mais ordenado e padronizado. 

Entenda a técnica para fazer a organização da clínica de forma prática

Essa super arrumação inicial pode ser feita de forma leve e sem exigir esforços desnecessários. Com a ajuda deste pequeno roteiro com 4 dicas, a organização da clínica vai se tornar um processo fácil e integrado à rotina.

Desarrumar para depois colocar tudo em ordem

Antes de tudo, a estrutura principal ambiente precisa estar em ordem. Por isso, é hora de tirar tudo do lugar e livrar o consultório de objetos e móveis que não são mais utilizados, precisam ser trocados ou podem ser doados. A dica é manter somente o que deixa o local alegre, acolhedor e harmônico.

Somente essa separação do que não é mais útil já é capaz de renovar as energias do ambiente, que certamente já vai parecer outro. O próximo passo na organização do consultório é otimizar a arrumação do que ficou. Para isso, separe em categorias os objetos, utensílios e documentos que precisam ser guardados. Com essa segmentação, vai ficar bem mais fácil armazená-los e saber onde eles estão quando for necessário. Uma dica essencial é usar e abusar de etiquetas para identificar caixas e pastas.

Setorize o armazenamento

Escolha um local bem delimitado para documentos, organizando-os em pastas de acordo com o fluxo de trabalho. Só isso já vai fazer uma diferença enorme no trabalho da sua equipe, além de evitar perdas e extravios. Separe também um local dedicado aos livros. Aposte na ordem alfabética para manter uma estrutura que permita a localização rápida dos títulos. 

organização da clínica

Use a técnica FIFO

Depois disso, é hora de cuidar dos medicamentos e estoque. Portanto, é necessário fazer uma seleção criteriosa dos remédios, atentando para a data de validade. Em seguida, disponha-os em caixas ou prateleiras, sempre mantendo os que vão expirar antes na frente. Nesta etapa, é essencial adotar a técnica FIFO (First In, First Out) que consiste em criar um fluxo. Assim, tudo o que entrar primeiro na clínica precisa sair primeiro. Isso evita desperdícios e otimiza o uso dos recursos. O mesmo vale para todos os itens de estoque que tenham validade.

Reavalie a necessidade de manter itens que não são usados no dia a dia

Chegamos então ao temido depósito. E aqui vale ter ainda mais critério. Por isso, mantenha guardados apenas os itens de que realmente você precisa. Apenas tirar a bagunça de vista é como varrer a sujeira para debaixo do tapete. E mesmo que você tenha feito uma seleção criteriosa do que seria necessário manter no início do processo de organização da clínica, é preciso avaliar novamente.

Se há objetos que sobraram para serem armazenados em um depósitos, será que eles são realmente necessários? Faça uma nova seleção criteriosa, tentando eliminar de fato o que não tem serventia ou o que simplesmente pode ser útil um dia. As chances de isso acontecer, pode ter certeza, são pequenas.

Leia mais:

Como transformar sua clínica em um ambiente de sucesso
Saiba como melhorar os canais de comunicação com os seus pacientes
5 razões pelas quais você precisa digitalizar seu consultório

Viu como a organização da clínica pode ser um processo simples e descomplicado? Além de todas essas dicas, é essencial lembrar também que contar com a ajuda de uma plataforma integrada de gestão faz toda a diferença na otimização das atividades de uma clínica ou consultório, já que, de cara, você não vai mais precisar se preocupar com papéis, prontuários e cadastros.

Quer entender como tirar o melhor proveito e usar todas as funcionalidades do sistema de gerenciamento de clínicas e consultórios oferecido pela Gestão DS? Marque agora uma demonstração gratuita com nosso time de experts que vão ajudar a levar a sua empresa a um nível de excelência.

Artigos Relacionados

Newsletter GestãoDS

Semanalmente os melhores conteúdos para médicos empreendedores.
Hidden
LGPD*
Ao enviar seus dados você declara que concorda com a nossa Política de Privacidade.
logo GestãoDS
Simples e Descomplicada – O melhor software para médicos com pacientes recorrentes.

Siga Nas Redes Sociais

Endeavor Scale Up
Todos os direitos reservados | Suno Sistemas – CNPJ: 23.640.571/0001-96 | Política de Privacidade e Termos de Uso